1. Misturar contas empresariais e pessoais

Não separar as contas pessoais das empresariais é sem dúvida um dos piores erros de gestão financeira que um empreendedor pode cometer. Quando isso acontece, é comum perder o controle das finanças e provocar o surgimento de inúmeros problemas. Geralmente quando há essa mistura, os sócios não conseguem distinguir o resultado da empresa, e na maior parte dos casos, o gargalo da empresa não esta na operação, mas sim nas retiradas dos sócios que não comportam seu estilo de vida.

2. Falta de fluxo de caixa para a gestão financeira

Nos dias de hoje mesmo com diversos softwares e serviços de terceirização financeira, ainda encontramos gestores que não sabem informações básicas sobre o seu negócio.
Outro dia ouvi um cliente me dizer que sabia as contas e vencimento de cabeça, então eu fiquei espantado que memória incrível ele tinha, e perguntei: "me passe o valor das ultimas 12 contas de luz para analisarmos a variação?", é obvio que ele não sabia. Este é um exemplo clássico dos pequenos e micro empreendedores.
Para tornar o processo mais fácil, é possível recorrer a serviços de terceirização das rotinas financeiras. Eles são oferecidos por empresas especializadas nessa área por um valor acessível e com um excelente custo-benefício para o empreendedor.

3. Falta de controle das contas a pagar e receber

Outro erro comum de gestão financeira é não fazer o controle das contas a pagar e receber. O principal motivo disso é que, quando você atrasa o pagamento das duplicatas, terá que arcar com altas taxas de juros e multas que podem acabar com os seus lucros.
A solução ideal para esse tipo de problema é simples. Tudo que você precisa fazer é adotar uma ferramenta de gestão financeira que tenha a funcionalidade de contas a receber e a pagar.